A avaliação deve ser entendida como um meio de se obter informações e subsídios para favorecer o desenvolvimento do aluno e ampliação de seus conhecimentos. Ao dispor dessas informações, é possível adotar procedimento para correções e melhorias no processo, aperfeiçoando o trabalho pedagógico.

O período das avaliações da aprendizagem está estabelecido no calendário anual, entregue ao aluno no início do ano letivo.

No Ensino Médio, são realizadas, bimestralmente, três avaliações, por disciplina: AV1, AV2 e o simulado. A nota no bimestre será calculada como a média aritmética das três.

A AV1 é uma única prova. A AV2 é contínua, consistindo de trabalhos individuais e/ou em grupo, debates, seminários, relatórios, dentre outros.

O simulado é elaborado com questões do tipo múltipla escolha, no formato do ENEM, incluindo a redação (2º e 3º Anos) e é realizado bimestralmente, contemplando todas as disciplinas.

Ao final de cada semestre, serão oferecidos, aos alunos que não alcançarem a média estabelecida pela Escola (7,5), estudos de recuperação.

Mediante justificativa da família e/ou atestado médico, o aluno terá direito, bimestralmente, a um teste de reposição por disciplina (exceto o simulado). Por este serviço, conforme cláusula contratual, será cobrado uma taxa de $3,00 (três) reais, por cada avaliação reposta.

O aluno que não obtiver, na disciplina, nota anual igual ou superior a 7,5 (sete vírgula cinco), resultante da média aritmética das quatro notas bimestrais, será submetido a um exame final.

Será considerado aprovado o aluno que obtiver média ponderada igual ou superior a 5,0 (cinco), atribuindo-lhe peso 6,0 (seis) à nota anual e peso 4,0 (quatro) à nota do exame final.

Ao final de todo o processo avaliativo, haverá reunião dos conselhos de classe, para discutir, analisar e homologar ou não, decidindo, caso por caso, os resultados finais de aproveitamento escolar dos alunos que se encontrarem em situações limítrofes.